Publicado em Deixe um comentário

Você sente temor ou pavor em cozinhar?

Isso pode ser sinal da Mageirocofobia!

É o medo de cozinhar, é a fobia da atividade que desencadeia uma experiência de pânico irracional.

Tal como acontece com todas as fobias, não é apenas a rejeição diária de cozinhar por comida. Em outras palavras, não se trata da preferência por não cozinhar, pois é mais simples ou conveniente comer fora ou comer a comida feita por outra pessoa. Considera-se uma fobia apenas aquela atividade que desencadeia uma experiência de pânico irracional (não explicável pelos códigos culturais da pessoa) e, portanto, gera uma ansiedade significativa.

Em geral, incluem a rejeição do cozimento acompanhada de evitação excessiva, aproximando-se da cozinha ou de qualquer lugar onde tal atividade esteja ocorrendo.

Possíveis causas:
— Medo de sofrer uma ferida ou queimadura relacionado ao processo de cozimento.
— Medo de espalhar vírus ou doenças.
— Medo de preparar mal as refeições.
— Medo da complexidade das receitas.
— Medos relacionados a transtornos alimentares.

Como reduzir a ansiedade na cozinha:
— Faça pratos simples e que não envolvem riscos como queimar ou cortar.
— Cozinhe junto com alguém que inspira confiança e confiança.
— Cozinhar para outras pessoas, de preferência nas proximidades, para incentivar o reconhecimento social.

Mas ter preguiça, desconhecer técnicas culinárias, ou ainda, não ter paladar desenvolvido não são patalógicos. Para tudo isso um chef pode ajudar através de uma consultoria ou coaching, orientando, treinando ou dando aulas.
Afinal, de perto, somos todos normais.

Fonte: Sainte Anastasie

Talvez você goste destas opções:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *